Pular para o conteúdo principal

Artrite Reumatóide: Pouco Conhecida, Pouco Detectada


A artrite reumatóide é uma doença que é crônica e grave, causa muita dor, inchaço, rigidez e perda da mobilidade articular. Estima-se que 250 mil pessoas sofram dela na Espanha. Cada ano, além disso, surgem cerca de 3.600 novos casos detectados.
A sociedade Espanhola de Reumatologia alerta da dificuldade do diagnóstico precoce da doença, principalmente pela falta de informação das características da doença e os fatores que a causam. Mulheres de 35 a 55 anos deveriam estar mais alertas, já que a artrite reumatóide é mais comum em mulheres dessa faixa etária.
A doença não tem cura, embora existam muitos progressos em matéria de remédio. Os medicamentos biológicos têm se mostrado eficazes no tratamento desta doença.
Esta opção representa um grande avanço terapêutico nos últimos anos e pode proporcionar uma melhor qualidade de vida para muitos pacientes. Seu objetivo é modificar o sistema imunológico, que desempenha um papel no processo da doença.
A Importância de Um Diagnóstico Precoce
Apesar desta ótima resposta, com o tempo, em mais de 40% ou 50% dos pacientes, o medicamento deixa de produzir os efeitos esperados.
Estamos ainda longe de sermos capazes de otimizar as opções de tratamento, de modo que a melhor maneira é o diagnóstico precoce. No entanto, com o tratamento adequado, pode-se levar uma vida normal.
Os dois primeiros anos são fundamentais para essa evolução, a médio e curto prazo, por isso, é necessária o diagnóstico precoce, a fim de alcançar um bom controle dos sintomas, prevenir novas lesões e manter a capacidade máxima funcional do paciente.
Os 37% dos pacientes experimentam dificuldades moderada a grave, enquanto 19% têm uma deficiência grave, para o qual precisam da ajuda de outra pessoa para realizar qualquer atividade. Após 10 anos de evolução, metade dos pacientes estão impossibilitados de cumprir uma jornada completa de trabalho diário.


Fonte : Saúde DiCAS


Postagens mais visitadas deste blog

TRATAMENTO DA GENGIVA

As doenças periodontais são doenças inflamatórias crônicas, de origem infecciosa, que atacam a gengiva. As duas principais são a gengivite e a periodontite. A gengivite é caracterizada pelo sangramento da gengiva.

Já a periodontite é uma progressão da gengivite, na qual pode haver perdas óssea e do tecido que fica em torno do dente.

O que é gengivite?

Suas principais características são: gengiva com coloração avermelhada, inchada, sensível e presença de sangramento, decorrente da irritação causada pela placa bacteriana.

O que é periodontite?

É uma progressão da gengivite, podendo levar à perda das estruturas de sustentação do dente (gengiva, ligamento periodontal e osso), causada pelo tártaro (placa bacteriana calcificada). A progressão da doença periodontal e a falta de tratamento adequado podem levar à mobilidade dental (dentes moles), mudança na posição dentária e até a perda dos dentes.

Como tratar?

•Elimine a placa bacteriana aderida aos dentes, fazendo uma boa higiene bucal, com o uso …

Com uma boa alimentação e atividade física em dia, é mais fácil correr da obesidade.

A obesidade é uma doença crônica que afeta grande parte da população, sendo considerada fator de risco para diversas doenças.

O obeso tem mais propensão ao desenvolvimento de hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, além de problemas físicos como artrose, pedra na vesícula, artrite, cansaço, refluxo esofágico, tumores de intestino e de vesícula.

Fatores psicológicos também podem ser afetados, acarretando diminuição da autoestima e até depressão.

A prática de atividades físicas e uma alimentação adequada são duas importantes formas de prevenção.


11 de outubro - Dia Nacional de Prevenção da Obesidade

Como funcionam os planos de saúde para quem é MEI (Micro Empreendedor Individual) ?

Para  contratar um plano de saúde empresarial é preciso ter um CNPJ ativo. Bastando apresentar na contratação: Comprovante de inscrição no CNPJ;Certificado do MEITer 2* ou mais pessoas para aderir ao planoAlguns planos de saúde permitem realizar a contratação a partir de 2 pessoas, já outros a partir de 3 pessoas.