Pular para o conteúdo principal

Colorretal está entre os mais comuns

CÂNCER

Colorretal está entre os mais comuns

CÂNCER COLORRETAL
       Esse tipo de câncer é a terceira causa mais comum no mundo e acomete um segmento do intestino grosso (o cólon) e o reto. É tratável e, na maioria dos casos, curável ao ser detectado precocemente. Grande parte desses tumores se inicia a partir de pólipos. Uma maneira de prevenir o aparecimento deles seria a detecção e a remoção desses pólipos antes deles se tornarem malignos.
Estima-se 30.140 novos casos, sendo 14.180 nos homens e 15.960 nas mulheres.
PREVENÇÃO
        Uma dieta rica em vegetais e laticínios, e pobre em gordura (principalmente a saturada), além da realização da atividade física regular. Deve-se evitar o consumo exagerado de carne vermelha.
FATORES DE RISCO
        Alguns fatores aumentam o risco de desenvolvimento dessa doença como: idade acima de 50 anos; história familiar de câncer colorretal; história pessoal de câncer de ovário/útero/mama; historia pessoal de retocolite ulcerativa crônica e doença de Crohn; baixo consumo de cálcio; obesidade; sedentarismo, entre outros.
SINTOMAS
     Mudança no hábito intestinal (diarréia ou prisão de ventre), desconforto abdominal com gases ou cólicas, perda de peso sem razão aparente, fezes pastosas de cor escura, náuseas, vômitos, sangramento nas fezes, sangramento anal e sensação de que o intestino não se esvaziou após a evacuação.
DETECÇÃO PRECOCE
        A detecção ocorre pelo exame da colonoscopia a ser realizado em todas as pessoas acima dos 50 anos de idade, independentemente de apresentarem sintomas. Pacientes mais jovens, com histórico familiar de câncer, também devem ser avaliados. Este exame deve ser repetido a cada 5/10 anos. A pesquisa de sangue oculto nas fezes deve ser realizada anualmente durante o intervalo das colonoscopias.
DIAGNÓSTICO
        Requer biópsia que é o exame do fragmento de tecido retirado da lesão suspeita.
TRATAMENTO
        A cirurgia é o tratamento inicial, retirando a parte do intestino afetada e os nódulos linfáticos próximos à região. Em seguida, a radioterapia, associada ou não à quimioterapia, para diminuir a possibilidade de volta do tumor. O tratamento depende do tamanho, localização e extensão do tumor. Quando a doença está espalhada (com metástases para o fígado, pulmão ou outros órgãos) as chances de cura ficam reduzidas.
A COLONOSCOPIA é o principal exame para o rastreamento do câncer colorretal

Publicada em 15/05/2013, por Lílian Coêlho.


Postagens mais visitadas deste blog

TRATAMENTO DA GENGIVA

As doenças periodontais são doenças inflamatórias crônicas, de origem infecciosa, que atacam a gengiva. As duas principais são a gengivite e a periodontite. A gengivite é caracterizada pelo sangramento da gengiva.

Já a periodontite é uma progressão da gengivite, na qual pode haver perdas óssea e do tecido que fica em torno do dente.

O que é gengivite?

Suas principais características são: gengiva com coloração avermelhada, inchada, sensível e presença de sangramento, decorrente da irritação causada pela placa bacteriana.

O que é periodontite?

É uma progressão da gengivite, podendo levar à perda das estruturas de sustentação do dente (gengiva, ligamento periodontal e osso), causada pelo tártaro (placa bacteriana calcificada). A progressão da doença periodontal e a falta de tratamento adequado podem levar à mobilidade dental (dentes moles), mudança na posição dentária e até a perda dos dentes.

Como tratar?

•Elimine a placa bacteriana aderida aos dentes, fazendo uma boa higiene bucal, com o uso …

Com uma boa alimentação e atividade física em dia, é mais fácil correr da obesidade.

A obesidade é uma doença crônica que afeta grande parte da população, sendo considerada fator de risco para diversas doenças.

O obeso tem mais propensão ao desenvolvimento de hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, além de problemas físicos como artrose, pedra na vesícula, artrite, cansaço, refluxo esofágico, tumores de intestino e de vesícula.

Fatores psicológicos também podem ser afetados, acarretando diminuição da autoestima e até depressão.

A prática de atividades físicas e uma alimentação adequada são duas importantes formas de prevenção.


11 de outubro - Dia Nacional de Prevenção da Obesidade

Como funcionam os planos de saúde para quem é MEI (Micro Empreendedor Individual) ?

Para  contratar um plano de saúde empresarial é preciso ter um CNPJ ativo. Bastando apresentar na contratação: Comprovante de inscrição no CNPJ;Certificado do MEITer 2* ou mais pessoas para aderir ao planoAlguns planos de saúde permitem realizar a contratação a partir de 2 pessoas, já outros a partir de 3 pessoas.