Pular para o conteúdo principal

Crianças fumantes passivas chegam a 51%

Um estudo sobre o tabagismo passivo revelou que 51% das crianças até 5 anos são consideradas fumantes passivas por causa do vício dos pais. A pesquisa foi coordenada pelo diretor do Ambulatório de Drogas do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP), João Paulo Lotufo. Segundo a pesquisa, essas crianças desenvolvem mais otites, bronquites, rinites, asma e duas vezes mais morte súbita quando comparadas com as de pais não fumantes.
Segundo ele, a pesquisa foi feita com a urina do fumante e de alguém da família que não fuma quando foi constatada a presença de nicotina também no sangue dos fumantes passivos.
“O fumante passivo também corre o risco de dependência e de inflamação das mucosas. Todos os que têm tendência a desenvolver doenças como as otites, rinites, bronquites, asma, vão sofrer e ter mais problemas. Nesses casos a mucosa já é inflamada e com a fumaça isso piora muito”.
Ele destacou que muitos pais alegam que fumam fora de casa para não prejudicar os filhos, mas isso não adianta, pois o cheiro do cigarro fica no corpo e nas roupas do fumante e, consequentemente, as crianças acabam respirando isso. “Só o cheiro já é motivo de inflamação. Sem dúvida é melhor fumar fora, mas o ideal é parar de fumar. Pelo menos 305 de quem vem ao ambulatório para parar de fumar, tem como motivação os filhos”.
Lotufo observou que depois que São Paulo aprovou a Lei Antifumo houve diminuição dos casos de doenças cardiocirculatórias. “Infelizmente são só sete estados que tem essa lei em vigor. O Brasil ainda não é um ambiente livre de fumaça, mas a lei que abrange todo o país já foi aprovada, mas ainda não regulamentada. Estamos em um movimento para que ela ente em vigor o quanto antes”.

Fonte: Unimed 

Postagens mais visitadas deste blog

Como funcionam os planos de saúde para quem é MEI (Micro Empreendedor Individual) ?

Para  contratar um plano de saúde empresarial é preciso ter um CNPJ ativo. Bastando apresentar na contratação: Comprovante de inscrição no CNPJ;Certificado do MEITer 2* ou mais pessoas para aderir ao planoAlguns planos de saúde permitem realizar a contratação a partir de 2 pessoas, já outros a partir de 3 pessoas.

PROGRAMA NASCER BEM da Hapvida

O Nascer Bem é um programa de assistência pré-natal da HapPrev (medicina preventiva do Hapvida) de Pernambuco e Fortaleza criado com todo o carinho para acolher melhor nossas mamães.  Nosso objetivo é melhorar a qualidade do atendimento as mulheres grávidas e seus futuros bebês,  proporcionando tranquilidade e confiança, durante toda a gestação. O programa foi criado para dar assistência as gestantes, que podem contar com equipes multiprofissionais e toda nossa estrutura de serviços de saúde Como faço para participar do programa nascer bem? Descobriu que está grávida? Entre em contato com a nossa Central de Atendimento às Gestantes, através do telefone 4020.1785, atualize seus dados cadastrais e verifique qual o melhor Núcleo Nascer Bem para agendar seu atendimento.
BENEFÍCIOS:  Acolhimento com enfermeiro obstetra e consultas com médicos;  Acompanhamento especial para gestantes de risco com visita domiciliar;  Central de gerenciamento de gestantes;  Seu bebê já vai para casa com consulta p…

Hapvida é o plano preferido dos pernambucanos.

Pela 4ª vez consecutiva, o Hapvida conquista o 1º lugar no Prêmio Recall de Marcas do SJCC, consolidando-se como o plano de saúde preferido do povo pernambucano.