Pular para o conteúdo principal

FLORA INTESTINAL


Probióticos ajudam a conter a hipertensão


Os probióticos — micro-organismos vivos que auxiliam no funcionamento da flora intestinal — também contribuem para o bom funcionamento do coração. É o que mostra um estudo feito por cientistas da Austrália. Eles analisaram a pressão arterial de pessoas que consumiram suplemento com essas bactérias benéficas e constataram uma melhora na pressão sanguínea delas, principalmente nas hipertensas. Segundo o grupo, os probióticos agem no controle do colesterol e do açúcar no organismo e, dessa forma, auxiliam também a regularização do fluxo sanguíneo. A descoberta, publicada na edição desta semana da revista Hypertension, pode ajudar indivíduos saudáveis a se protegerem desses males e melhorar a dieta de quem sofre com problemas no coração.
Nove estudos científicos serviram de objeto de análise. Neles, foram observados o quanto a ingestão de probióticos auxiliou a estabilizar a pressão arterial de adultos que os ingeriam regularmente. “A pequena coleção de trabalhos que analisamos sugere que o consumo regular desses micro-organismos pode ser parte de um estilo de vida saudável e também ajudar a reduzir a pressão arterial elevada, bem como manter saudáveis os níveis de pressão sanguínea. Isso inclui essas bactérias presentes em iogurte, no leite, em queijo fermentado e azedo e nos suplementos de probióticos”, destacou, em um comunicado, Jing Sun, autora principal da pesquisa e professora da Faculdade de Medicina da Universidade de Griffith.
Participaram dos nove trabalhos analisados 543 pessoas, entre saudáveis, hipertensas e cardíacas. Uma parte ingeriu suplementos de probióticos, e outra não (veja infográfico). Os cientistas notaram uma estabilidade na pressão de todos os que ingeriram as bactérias. Além disso, constataram melhoras mais significativas nas pessoas que os consumiram por um tempo mais longo. “Dois estudos tiveram uma curta duração de ingestão, de três a quatro semanas, o que pode ter afetado os resultados globais da análise. Porém, foi observado uma estabilidade maior em pessoas que consumiram os probióticos por nove semanas”, destacou Sun.
Os efeitos positivos foram mais significativos também nos participantes hipertensos. Segundo a cientista, essa influência benéfica sobre a pressão arterial é consequência de outros efeitos sobre a saúde humana, incluindo a melhoria do colesterol total e a redução da glicose no sangue. “Os probióticos ajudam a regular o sistema hormonal, que, por sua vez, regula a pressão sanguínea”, explica. Sun pondera, porém, que estudos adicionais ainda são necessários antes que os médicos possam recomendar com confiança esses micro-organismos para o controle e a prevenção da pressão alta.
Rafael Munerato, cardiologista do Laboratório Exame e não participante do estudo, explica que a estabilização da pressão sanguínea indicada no estudo australiano é um reflexo de que o organismo está entrando em equilíbrio com o auxílio do suplemento. “Já sabemos que algumas bactérias que vivem no nosso corpo estão lá para o nosso bem, como na boca, em que evitam infecções. As probióticas auxiliam o intestino a entrar em equilíbrio e funcionar melhor.” De acordo com Munerato, esses micro-organismos presentes em iogurte e coalhada auxiliam a liberação de hormônios que regulam a quantidade de gordura, açúcar e outros nutrientes, o que auxilia na circulação de sangue, regularizando a pressão.

Postagens mais visitadas deste blog

TRATAMENTO DA GENGIVA

As doenças periodontais são doenças inflamatórias crônicas, de origem infecciosa, que atacam a gengiva. As duas principais são a gengivite e a periodontite. A gengivite é caracterizada pelo sangramento da gengiva.

Já a periodontite é uma progressão da gengivite, na qual pode haver perdas óssea e do tecido que fica em torno do dente.

O que é gengivite?

Suas principais características são: gengiva com coloração avermelhada, inchada, sensível e presença de sangramento, decorrente da irritação causada pela placa bacteriana.

O que é periodontite?

É uma progressão da gengivite, podendo levar à perda das estruturas de sustentação do dente (gengiva, ligamento periodontal e osso), causada pelo tártaro (placa bacteriana calcificada). A progressão da doença periodontal e a falta de tratamento adequado podem levar à mobilidade dental (dentes moles), mudança na posição dentária e até a perda dos dentes.

Como tratar?

•Elimine a placa bacteriana aderida aos dentes, fazendo uma boa higiene bucal, com o uso …

Com uma boa alimentação e atividade física em dia, é mais fácil correr da obesidade.

A obesidade é uma doença crônica que afeta grande parte da população, sendo considerada fator de risco para diversas doenças.

O obeso tem mais propensão ao desenvolvimento de hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, além de problemas físicos como artrose, pedra na vesícula, artrite, cansaço, refluxo esofágico, tumores de intestino e de vesícula.

Fatores psicológicos também podem ser afetados, acarretando diminuição da autoestima e até depressão.

A prática de atividades físicas e uma alimentação adequada são duas importantes formas de prevenção.


11 de outubro - Dia Nacional de Prevenção da Obesidade

Como funcionam os planos de saúde para quem é MEI (Micro Empreendedor Individual) ?

Para  contratar um plano de saúde empresarial é preciso ter um CNPJ ativo. Bastando apresentar na contratação: Comprovante de inscrição no CNPJ;Certificado do MEITer 2* ou mais pessoas para aderir ao planoAlguns planos de saúde permitem realizar a contratação a partir de 2 pessoas, já outros a partir de 3 pessoas.